Gêneros do discurso

14 07 2008

As atividades humanas estão sempre relacionadas com o uso de linguagem, seja verbal, seja não verbal. Imagine, por exemplo, como, sem a linguagem, o feirante, a telefonista, o vendedor, o escritor, a recepcionista, o professor, o bailarino, o pintor, o músico, etc… fariam para trabalhar.

Essas atividades podem ser organizadas em esferas de atividades. Por exemplo, existe a esfera familiar, a publicitária,a jornalística, a artística, a política, a jurídica, a escolar, a científica, e assim por diante.

Em cada uma dessas esferas, são produzidos determinados tipos de textos, mais ou menos parecidos entre si. Por exemplo, na esfera doméstica e gastronômica, podemos ler e escrever diferentes receitas: de bolo de chocolate, de suco de melancia, de torta de frango etc… Apesar das diferenças quanto aos ingredientes e ao modo de fazer, todas elas são receitas.

Na esfera jornalística, podemos ler diferentes notícias, uma, por exemplo, informando sobre uma viagem do presidente ao exterior e outra sobre uma vacina contra a gripe. Como textos, elas são diferentes entre si, mas ambas possuem algo em comum que faz que sejam notícias: informam sobre um acontecimento e apresentam uma estrutura e uma linguagem semelhantes. Tanto a receita quanto a notícia são consideradas gêneros do discurso. Também são gêneros do discurso textos como carta pessoal, e-mail, requerimento, entrevista, debate, seminário, conto, etc…

Gêneros do discurso são textos que circulam em determinadas esferas de atividades humanas e que, com pequenas variações, apresentam tema, estrutura e linguagem semelhante.

Atividades:

Considere as seguintes esferas de atividades humanas:

*familiar ou privada                                        *jornalística

*artística                                                         *publicitária

*científica                                                       *política

*escolar                                                          *jurídica

*produção e consumo

Agora identifique as esferas a que permanecem os seguintes gêneros do discurso. Para isso pense nos contextos em que normalmente eles são utilizados:

*Poema

*artigo científico

*resumo

*discurso de defesa feito por um advogado

*uma bula

*anúncio publicitário

*anedota

*e-mail





Onomatopéias

14 07 2008

Leia esta frase de um conto:

“Teve uma idéia: acender um daqueles fósforos para aquecer os dedos entanguidos. Assim fez. Riscou um fósforo na parede – Chit!”

A palavra Chit! reproduz o som do fósforo ao ser riscado na parede. As palavras ou expressões que imitam, na escrita, sons e ruídos são chamados de onomatopéias.

Onomatopéias, são palavras ou expressões que imitam sons e ruídos produzidos por sinos, campainhas, instrumentos musicais, armas de fogo, vozes de animais, movimentos etc…





Tipos de Linguagem

14 07 2008

Existem várias formas de comunicação. Quando o homem se utiliza da palavra, ou seja, da linguagem oral ou escrita,dizemos que ele está utilizando uma linguagem verbal, pois o código usado é a palavra. Tal código está presente, quando falamos com alguém, quando lemos, quando escrevemos. A linguagem verbal é a forma de comunicação mais presente em nosso cotidiano. Mediante a palavra falada ou escrita, expomos aos outros as nossas idéias e pensamentos, comunicando-nos por meio desse código verbal imprescindível em nossas vidas.

- ela está presente em textos em propagandas;
- em reportagens (jornais, revistas, etc.);
- em obras literárias e científicas;
- na comunicação entre as pessoas;
- em discursos (Presidente da República, representantes de classe, candidatos a cargos públicos, etc.);
- e em várias outras situações.

Linguagem Não-Verbal

Observe a figura ao lado, este sinal demonstra que é proibido fumar em um determinado local. A linguagem utilizada é a não-verbal pois não utiliza do código “língua portuguesa” para transmitir que é proibido fumar.

Observe a figura ao lado, este sinal demonstra que é proibido fumar em um determinado local. A linguagem utilizada é a não-verbal pois não utiliza do código “língua portuguesa” para transmitir que é proibido fumar.
Na figura ao lado, percebemos que o semáforo, nos transmite a idéia de atenção, de acordo com a cor apresentada no semáforo, podemos saber se é permitido seguir em frente (verde), se é para ter atenção (amarelo) ou se é proibido seguir em frente (vermelho) naquele instante.

Como você percebeu, todas as imagens podem ser facilmente decodificadas. Você notou que em nenhuma delas existe a presença da palavra? O que está presente é outro tipo de código. Apesar de haver ausência da palavra, nós temos uma linguagem, pois podemos decifrar mensagens a partir das imagens.
O tipo de linguagem, cujo código não é a palavra, denomina-se linguagem não-verbal, isto é, usam-se outros códigos (o desenho, a dança, os sons, os gestos, a expressão fisionômica, as cores).





Substantivos e suas classificações

14 07 2008

Primitivos: são substantivos que dão origem a outras palavras.

Derivados: são substantivos que se originam de outras palavras.

Simples: são substantivos formados por apenas uma palavra.

compostos: são substantivos formados por mais de uma palavra.

Comuns: são substantivos que se referem a todos os seres de um espécie,sem particularizá-los.

Próprios: são substantivos que nomeiam em ser em particular.

Concretos: são substantivos que nomeiam seres de existência autônoma, isto é, que não dependem de outro para existir.

Abstratos: são substantivos que nomeiam seres de existência não autônoma, isto é que dependem de outro ser para existir.

Coletivos: são substantivos que , mesmo no singular transmitem a idéia de agrupamento de vários seres de uma mesma espécie.

Com estas informações diga se é verdadeiro ou falso;

mato: simples, comum e concreto

cheiro: simples, concreto e comum

namoro: composto, comum e abstrato

portão: derivado,simples e concreto

chuva: primitivo, simples e comum

Carlitos: simples, próprio e abstrato

banda: primitivo, simples e coletivo

fé: derivado,composto e coletivo

Deus: primitivo, simples e concreto

canto: simples, comum e abstrato

passarinho: primitivo, comum e concreto

resfriado: simples, próprio e coletivo

queijo: primitivo, simples e concreto

goiabada: derivado, simples e comum

pôr do sol: composto, próprio e abstrato

alegria: primitivo, simples e abstrato

carinho: simples, comum e abstrato

Leia este texto curioso:


Uma equipe japonesa do centro de Pesquisa Shiedo, de Yokohama, foi premiada pelas valiosas pesquisas sobre as causas do chulé. De fato, a pesquisa, em si é séria. O engraçado foi a conclusão do trabalho, que parece nao concluir nada: “Quem acha que tem chulé, sempre tem, e quem acha que não, não tem mesmo”

Retire do texto:

a)um substantivo próprio:_______________________________

b)um substantivo coletivo:______________________________

c)dois substantivos comuns e simples:__________________

A palavra trabalho, que aparece no texto, é um substantivo primitivo, ou seja,ela pode dar origem a um substantivo derivado.

Veja:

Trabalho (a) + dor = trabalhador

Que outra palavra do texto, somada à partícula dor, dá origem a um substantivo derivado?______________________________________________

Alguns substantivos coletivos são muito usados no português do dia-a-dia. Dê o significado dos coletivos abaixo.

acervo:___________________________________________________________________

Clero_____________________________________________________________________

Banda____________________________________________________________________

Caravana________________________________________________________________






Histórias em quadrinho

14 07 2008

Nas Histórias em Quadrinhos, os ‘balões’ fazem parte da ilustração da história. Eles ajudam a contar a história, demonstrando o tipo de sentimento envolvido nas falas dos personagens.

Seja você um escritor tente inventar uma história em quadrinhos com as dicas a seguir:

1) Pense na história inteira. Qualquer situação real ou imaginária. Imagine um “filminho” na sua cabeça. Não complique demais com detalhes desnecessários.
2) Numa folha de papel, apenas descreva cada quadrinho, já pensando nas falas dos personagens, cenas, etc: uma espécie de roteiro da sua história.
Assim, por exemplo:
Primeiro quadrinho: Dia de sol, menino andando na rua.
Segundo quadrinho: Ele encontra um homem e diz “Por favor, o senhor pode me dizer as horas?”
3) Se acha difícil diagramar a página, recorte quadrados de papel e produza um por um: desenho com balões.
4) Depois é só colocar na página ou páginas, vendo como ficam melhor…
5) Antes de colar os quadrinhos, lembre-se de deixar um espaço para o título, na primeira página.





A Leitura

14 07 2008

O gostoso hábito de ler, depois de adquirir, nos acompanhará pela vida toda. No ínicio, pode parecer difícil ver sinas gráficos e entender seu significado. Mas a prática pode levar à perfeição, desde que você leia com cuidado e atenção.

As orientações abaixo talvez possam ajudá-lo na leitura:

*a escolha certa do que vai ser lido é importamte (o assunto deve ser de seu interesse e a linguagem precisa estar adequada);

*se você vai ler para aprender,procure anotar em um lugar apropriado as informaçoes de seu interesse.

*se você vai ler para dar um opinião sobre algum assunto, faça uma leitura atenta, pensando nos comentários que fará.

*se você vai ler uma história para aprecia-lá, escolha você mesmo ou peça a ajuda de alguém que conheça livros (bibliotecários, professores etc..);

*consulte o dicionário apenas quando alguma palavra atrapalhar o entendimento da idéia (não é aconcelhável consultar constantemente o dicionário, pois você pode perder ‘o fio da meada”, além de demorar muito.);

*leia mais de uma vez, caso esteja difícil entender o significado (se continuar muito difícil ou incompreensível, o problema deve ser do material, que pode ser inadequado para sua idade):

*procure fazer comparações entre o que você está lendo e a sua realidade.

A leitura é uma atividade importantissíma para sua formação.Em tudo o que você lê há sempre alguma coisa a aprender, a descobrir e gostar. Você poderá ver também que há muita gente que escreve “mentiras” e só uma leitura atenta pode ajudá-lo a compreender melhor as verdades do mundo que o cerca.








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.